BANNER

.: Twitter do Blog :.

Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Prefeitura de São Paulo pune 22 escolas de samba.


A Prefeitura de São Paulo, acaba de anunciar que punirá todas as 22 escolas de samba;
As escolas pagarão uma multa de acordo com o envolvimento no ocorrido da apuração, todas as escolas terão que pagar essa multa que vai de 1.900,00 até o não recebimento da verba para o carnaval 2013 que é o caso da Escola de Samba Imperio de Casa Verde,
“São punições que deveriam acontecer, necessárias, até porque elas precisam ser exemplares e educativas. Existem recursos públicos no carnaval, esses recursos tem que ser respeitados. Essa é a razão de termos punido uma das escolas com a suspensão dos recursos, a Império de Casa Verde”, disse o prefeito Gilberto Kassab.
Segundo o prefeito, a punição maior será a da Império de Casa Verde porque o tumulto foi iniciado por um integrante da escola, Tiago Ciro Tadeu Faria, que invadiu a área reservada e rasgou parte das notas. De acordo com Kassab, as escolas são responsáveis pelo ingresso de seus colaboradores na apuração.
Segundo a São Paulo Turismo (SPTuris), as punições foram definidas após análise de uma comissão especial criada para avaliar o ocorrido. A comissão concluiu que todas as 22 escolas dos grupos Especial e de Acesso (14 e oito, respectivamente) descumpriram pelo menos uma cláusula do contrato do carnaval, e que sete descumpriram mais de uma causa. A multa foi definida com base no montante repassado pela Prefeitura para cada agremiação, sendo definida em 0,5% do valor. Cada escola do Grupo Especial recebeu R$ 677.475,56 em 2012 – no Grupo de Acesso, o montante foi de R$ 382.920,95.
Por isso, todas as escolas do Grupo de Acesso terão que pagar uma multa de R$ 1.914,60. No caso do Grupo Especial, a multa é de R$ 3.387,38 – com exceção de sete escolas, que terão punição maior. São elas: Império de Casa Verde (que também não receberá verbas para 2013), Vai Vai, Gaviões da Fiel, Camisa Verde e Branco, Pérola Negra, Rosas de Ouro e Unidos de Vila Maria. No caso destas agremiações, foi decidido cobrar mais 0,5% do valor pago pela Prefeitura, totalizando a multa em R$ 6.774,76.
Kassab também anunciou que as agremiações terão que cumprir uma série de itens determinados pela Prefeitura para continuar recebendo as verbas públicas. “Foram modificados todos os itens que achamos que geravam insegurança, seja no evento, seja na apuração. A partir de agora, se as escolas quiserem continuar contando com os recursos da Prefeitura, recursos públicos, elas deverão atender todas essas orientações. Não iremos abrir mão de nenhum aspecto”, disse o prefeito.
Além disso, a gestão e a segurança do carnaval de São Paulo serão assumidas pela administração municipal. “A partir de agora, a Prefeitura assume a gestão de todo o local do carnaval, e também é a responsável pela segurança e ela escolha de local de apuração”, afirmou o prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Coloque seu Email aqui:

Delivered by FeedBurner

Blogroll

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to Spanish